A História de Maria Goretti a Santa da Castidade

Maria Goretti foi uma das mais jovens santas da Igreja Católica.

A História de Maria Goretti a Santa da Castidade

Maria Goretti nasceu no ano de 1.890, no centro da Itália, em uma cidade chamada Corinaldo.

Era de uma família pobre, numerosa e camponesa. Seu pai Luigi Goretti e sua mãe Assunta Carlini tinham mais cinco filhos: Tereza, Ersília, Angelo, Sandrino e Marciano.

Luigi e Assunta, seus pais, eram tementes a Deus e ensinavam a fé cristã para os filhos.

A História de Maria Goretti a Santa da Castidade. Santa Maria Goretti alimentando os animais, em 1902.
A História de Maria Goretti a Santa da Castidade. Santa Maria Goretti alimentando os animais, em 1902.

 

Em 1.899, por conta das situações e da grande dificuldade daquela época, a família de Maria Goretti acabou perdendo a fazenda onde moravam e foram obrigados a mudar para um prédio compartilhado, conhecido como “La Cascina Antica”, com uma outra família de agricultores de sobrenome Serenelli.

A vida da família era muito difícil e extremamente miserável, mas isso não impedia da família estar sempre unida e, principalmente, de compartilhar sua fé e o imenso amor por Deus.

Enquanto sua mãe, seus irmãos e irmãs mais velhas trabalhavam, em condições sub-humanas nos campos, Goretti fazia os deveres de casa, cozinhava e cuidava de sua irmã mais nova.

Maria Goretti, por ser uma menina bonita, era constantemente assediada por Alessandro Serenelli, um jovem de 20 anos que era um dos filhos da família que compartilhava a mesma casa com a família de Goretti. Apesar dos assédios de Alessandro, Goretti nunca cedia aos desejos dele.

A família de Alessandro também era miserável, assim como todas as famílias de agricultores daquela região pobre da Itália.

A Morte de Maria Goretti

Em 1902, a menina estava em casa, cuidando de sua irmã e dos afazeres domésticos quando Alessandro apareceu e ameaçou-a.

Quando ele percebeu que não ia conseguir o que queria, começou a forçar Goretti. A menina tentou se defender e então começou a orar. Ela dizia a Alessandro que aquilo era errado e um pecado, mas ele parecia não escutar.

Alessandro, tentou controlar Goretti, mas ao perceber que mesmo insistindo não iria conseguir o que queria, feriu a menina, pois Goretti falava que preferia morrer do que perder a sua inocência.

Com o barulho, a irmã menor de Goretti acordou e começou a chorar. O pai de Alessandro chegou no local e quando viu Goretti naquele estado, a levou rapidamente para o hospital em Netuno, onde foi operada sem anestesia, pois o seu desejo era permanecer acordada.

Antes de morrer, Goretti disse que havia perdoado Alessandro e que queria encontrá-lo no céu.

Para a comoção de todos, Goretti morreu no outro dia, vinte horas após o ataque, olhando para uma linda pintura da Virgem Maria. Inspirada em Santa Cecília e Santa Inês, Goretti aceitou o martírio piedosamente.

A Prisão e o Arrependimento de Alessandro Serenelli

Alessandro foi preso logo depois e, por ser menor, não pôde ser condenado à prisão perpétua. Foi julgado e condenado a 30 anos de prisão. Por três anos, Alessandro viveu isolado na cadeia e não demonstrava nenhum arrependimento sobre o ocorrido.

Com a visita do bispo local, Monsenhor Giovanni Blandini, na cadeia, Alessandro relatou que estava arrependido pelo que fez. Escreveu uma nota de agradecimento ao bispo pela visita, pedindo que o incluísse em suas orações e contando sobre um sonho que ele teve com Maria Goretti.

Segundo Alessandro, no sonho, Maria Goretti lhe entregava flores, que imediatamente se queimavam assim que ele segurava em suas mãos.

Ao sair da prisão, depois de ter cumprido sua pena, Alessandro foi à procura de Assunta, a mãe da Santa Maria Goretti, para implorar o seu perdão. Assunta, mesmo depois de todo sofrimento lhe disse: “Se minha filha, em seu leito de morte te perdoou, eu também te dou meu perdão”.

Após o perdão de Assunta, ambos foram juntos à Santa Missa, onde receberam a Eucaristia lado a lado.

Tocado por Deus, pelo perdão da Santa Maria Goretti e de sua mãe e profundamente arrependido, Alessandro foi aceito na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos onde viveu em um monastério e trabalhou como recepcionista e jardineiro. Dizia que Santa Maria Goretti era “sua pequena santa” e teve a graça de participar da sua canonização.

Alessandro viveu no monastério até sua morte em 1.970.

Beatificação e Canonização de Maria Goretti

No dia 27 de abril de 1.947, na Basílica de São Pedro, foi realizada pelo Papa Pio XII a cerimônia de beatificação de Maria Goretti. Ao final da celebração, o Papa caminhou em direção à Assunta, a mãe de Goretti e, colocando sua mão na cabeça dela disse: “Abençoada mãe, feliz mãe, mãe de uma abençoada por Deus”.

Assunta ficou tão emocionada que quando viu o Papa indo em sua direção, rezou à Nossa Senhora pedindo, por favor, que Ela a ajudasse.

No dia 24 de junho de 1.950, três anos após a sua beatificação, Maria Goretti foi canonizada como “a Santa Agnes do Século XX” pelo Papa Pio XII. Maria Goretti foi uma das mais jovens santas da Igreja Católica. Estavam presentes na cerimônia a sua mãe, os seus irmãos e irmãs ainda vivos e Alessandro Serenelli, o seu assassino.

A celebração foi realizada em frente à Basílica, na Praça São Pedro, e foi assistida por uma multidão de mais de 500 mil pessoas, na sua maioria jovens, vindos de todos os cantos do mundo.

Foi um momento marcante e inesquecível para a Igreja Católica, pois a multidão pôde ver o poder da misericórdia de Deus, até mesmo diante de uma situação como aquela.

O corpo da Santa Maria Goretti está mantido em uma cripta na Basílica de Santa Maria Delle Grazie e Santa Maria Goretti, ao sul de Roma, em Netuno.

Corpo da Santa Maria Goretti.
Corpo da Santa Maria Goretti – Foto: Reprodução/ Internet.

Festa de Santa Maria Goretti

No dia 6 de julho é celebrada a festa de Santa Maria Goretti; a santa da castidade, da juventude, da pobreza, da pureza e do perdão.

Sua imagem é representada por uma menina de cabelos ondulados, roupa simples, carregando lírios (sinal de pureza) e com vestes brancas (sinal de sua virgindade).

Imagem da Santa Maria Goretti.
Imagem da Santa Maria Goretti – Foto: Reprodução/ Internet.
Leia também:

 

Você Também Pode Gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas